PL visa proibir troca de medidores de energia sem autorização do consumidor

A proposta do PL de autoria da deputada Lenir Rodrigues tem como objetivo proteger os direitos dos consumidores



A deputada estadual Lenir Rodrigues (CIDADANIA) propôs um Projeto de Lei que proíbe, em todo o Estado de Roraima, a troca de medidores e padrões de energia, como de similares instalados pelas concessionárias e prestadoras de serviços essenciais ao fornecimento de energia elétrica, sem a devida comunicação prévia ao consumidor.

Conforme a deputada, a proposta do PL 190 / 2019 tem como objetivo proteger os direitos dos consumidores.

“A concessionária deverá comunicar previamente ao consumidor, por meio de correspondência específica com data e hora da substituição de medidores e padrões de energia, como de similares, quando da execução do serviço, com as informações referentes ao motivo da substituição, contendo as leituras do medidor retirado e do instalado”, explica a deputada.

A parlamentar cita ainda que, o artigo 7º, inciso II, da Lei nº 8.987/95 garante aos usuários dos serviços prestados pela concessionária o direito à informação para defesa de direitos individuais e coletivos.

Conforme o PL, a empresa concessionária deverá notificar o consumidor responsável pela unidade consumidora 72 horas antes da execução do serviço. O não cumprimento da lei sujeitará a empresa concessionária às penalidades de multa no valor que vai de 50 UPF’s (cinquenta unidades de padrão fiscal) a 100 UPF’s em casos de reincidência, o valor definido para uma UPF em Rondônia é de R$ 70,68.

O Projeto aguarda votação em plenário.

Ascom Lenir Rodrigues

16 visualizações