Assembleia legislativa altera rotina de trabalho em função do Coronavírus

Uma das ações que vão sofrer alteração é o ZAP CHAME da Procuradoria Especial da Mulher



Na sessão plenária da ultima terça-feira o presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Jalser Renier (SD) anunciou medidas para prevenir a propagação do coronavírus. O atendimento às mulheres vitimas de violência doméstica feita pelo CHAME serão feitas apenas pelo ZAP CHAME, serviço de mensagens virtuais.

De acordo com a resolução fica restrito o numero de sessões bem como o acesso do público, e ainda, suspende as atividades de atendimento ao público. Estão dispensados do ponto eletrônico todos os servidores acima de 60 anos e as gestantes, bem como afasta servidores que passaram por locais onde houve infecção pelo Covid 19.

As sessões plenárias serão realizadas temporariamente todas as terças-feiras. As atividades legislativas ficarão restritas a reuniões ordinárias e extraordinárias de Plenário e de comissões, com presença somente de deputados e servidores.

O Centro de Apoio Humanitário à Mulher (CHAME), da Procuradoria Especial da Mulher, coordenado pela deputada Lenir Rodrigues também terão suas atividades de atendimento ao público suspensas neste período, ficando mantidos os serviços de comunicação por telefone, e-mail e outras formas de atendimento remoto ao público externo.

De acordo com a deputada Lenir Rodrigues (CIDADANIA), Procuradora Especial da Mulher da Assembleia Legislativa, as medidas são necessárias para evitar o contato das pessoas com possíveis infectados pelo coronavirus, e o isolamento social é uma das formas de prevenção à pandemia. “Pedimos as pessoas que entendam a gravidade da situação e busquem se resguardar”, disse a deputada.


Mais informações:

CHAME (ZapChame) – 98401-0522


Texto: Yana Lima

Foto: Alex Paiva

SupCom ALE-RR

Com adaptação Equipe Site Lenir Rodrigues

11 visualizações